sábado, 31 de janeiro de 2015

Fechamento - Janeiro/2015

Salve, guerreiros!!

Vamos ao 1° fechamento do ano.
Operações financeiras de Janeiro:
- Trade e venda de ações com lucro líquido de R$ 590,00. O valor da venda destas ações será realocado na renda fixa (poupança), por enquanto, em virtude da necessidade de liquidez nos próximos dias para a um investimento imobiliário.

- R. Fix: aporte de R$ 11.469,00 (+ R$ 6.575,00 realocados)
Total R. Fix: R$ 41.195,42.

- R. Var.: retirada R$ 6.575,00.
Total R. Var.: R$ 12.677,60.

Resumo final:
Total acumulado: R$ 53.873,02
Consolidado pelo sistema de cotas do Adp:
% mês: -13,94%
% ano: -13,94%
% histórico: -46,52%




* Prejuízo na rentabilidade devido a retiradas necessárias para investimento imobiliário.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Antecipando a Bovespa - Análise

Salve guerreiros!

Fim da série "Antecipando a Bovespa":
Partidas: 3
Acertos: 1
Erros: 2

Relatei que fiz essa série devido a uma coincidência. Até imaginei que iria fazer umas 10 seções desta, mas já tenho minha conclusão clara o bastante para parar por aqui.

De fato, eu percebi uma coincidência! Entretanto ocorre que essa coincidência, simplesmente de uma "hora para outra", deixou de ocorrer. Eu digo "simplesmente", mas no fundo sei que é tudo por causa de alarmistas de plantão.
Todos que acompanham o Mercado sabem que nas últimas semanas o mundo estava preocupado com a desaceleração da China. Em virtude disso, eu notei que por vários dias a Bovespa estava subindo ou descendo segundo o índice Chinês HK Hang Seng, independente de influências internas, como a questão da Petrobrás ou da crise energética. Até aí tudo bem! Minha coincidência estava certa.
Depois, entretanto, que o assunto "desaceleração da China" ficou em off/stand by, essa coincidência que eu havia notado deixou de existir. Então, o que veio depois? O Mercado se acalmou. E aí vem outra razão para causar alarde. Na data de hoje, o motivo é a vitória do esquerdita que ganhou as eleições na Grécia e que pode dar calote um calote histórico na UE e no FMI.
O engraçado é o seguinte: Bolsa da China fechou hoje em alta. Índice Americano Dow Jones: em alta. Índice Alemão DAX: em alta. Índice Brasileiro Bovespa: em baixa. (Nem mesmo a Bolsa de Frankfurt sofreu influência desse assunto da Grécia. Essa porra do Brasil sim! Estranho, não??)

Finalizando.

A conclusão que quero passar para o leitor, seja ele experiente ou inexperiente em ações, é a seguinte:
O investidor jamais deve ir atrás das indicações dos analistas, sobretudo sem saber quais são as expectativas de resultados futuros. As escolhas muitas vezes são feitas com base em especulações. Ninguém pode tomar decisões de compra ou venda como se jogassem dados ou apostassem na roleta.

Repito o que muitos já sabem: Ninguém deve vender ações só porque leu que a bolsa tem caído muito ou comprar quando tem subido muito ou vice-versa. Ninguém deve vender ou comprar ações só porque viu tal recomendação em algum site.

De forma sucinta, dou exemplo disso visto recentemente:
1) A TIM vai ser vendida e uma das compradoras será a Oi. Muitos que queriam entrar no setor das Teles logo compraram ações da Oi nos últimos meses. O que aconteceu? Caiu tanto que virou agrupamento! E a venda, nada! Estranho, não?

2) Todos elogiando as ações do Setor Educacional e sites "especializados" recomendando ação A ou B. Você vai e compra, pensando estar antenado e reconhecendo que nos últimos anos o Setor Educacional foi excelente na Bolsa. O que aconteceu? "De repente" vem o governo e muda as regras para o financiamento estudantil. Queda de até 20% em ações do Setor. Estranho, não?

É claro que até mesmo nesses dois exemplos que eu citei o preço dos papéis pode se recuperar. Mas até se recuperar, meu amigo, é inquestionável que você pode ter perdido uma oportunidade melhor.

Lembre-se sempre: alguém ganha dinheiro dando notícias, sejam elas boas ou ruins.

Abraço a todos e bons investimentos!

Antecipando a Bovespa - Parte III

Data: 26/01/2015
Agora são: 9h37min
Bolsa fechará em: alta


Placar "Antecipando a Bovespa"
Acertos: 1
Erros: 1


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Antecipando a Bovespa - Parte I

Salve salve guerreiros!!!

Nos próximos dias, sem prazo determinado, irei procurar antecipar o fechamento da Bolsa. Posteriormente posso dar uma explicação em caso de acerto. Estou fazendo isso porque nos últimos dias notei uma coincidência no Mercado e o meu registro no blog é para confirmar essa coincidência, encontrando uma certa relação.

Além disso, para controle, irei fazer uma espécie de "placar" de acertos e erros.

 Agora são 9:30, 22/01/2015, quinta-feita. Faltam 30 minutos para a Bolsa abrir e eu antecipo: hoje ela fecha em alta.

Abraço a todos!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Contato com RI

Salve salve guerreiros!

Essa semana enviei um e-mail para o RI de uma empresa demostrando minha preocupação com o atual cenário interno e externo. Esta é a melhor empresa que tenho na minha carteira atualmente, a qual está me rendendo em 4 meses nada mais nada menos que 20% nesse tempo de queda total. Daí a importância da diversificação.
De antemão, pelo fato de eu ser egoista e principalmente pelo Pobreta não ter me incluído no ranking do milhão, adianto que não irei divulgar a minha carteira. Como eu já disse anteriormente: tenho mais a aprender do que ensinar e por isso ainda não falarei quais os ativos que compõem minha carteira. Afinal, não sou um especialista e tampouco sou pago para isso.

Segue abaixo cópia da resposta do RI da empresa.
----
Boa tarde, “Beltrano”!

Efetivamente 2015 será um ano extremamente desafiador não só para a “XXXX”, mas para a maior parte das empresas brasileiras dado o cenário econômico que se vislumbra. A “XXXX”, seguindo a estratégia de 2014, buscará usar sua flexibilidade de produtos e mercados para extrair o melhor retorno em diferentes cenários de mercado. Acrescento a isso o aumento de volume de vendas esperado para esse ano dado os recentes aumentos de capacidade colocados em prática pela Companhia.  

Mais especificamente, esperamos colocar mais papeis no mercado externo caso o cenário interno mais fraco efetivamente se concretize, obtendo margens melhores nestes mercados se comparadas aos últimos anos pela recente desvalorização do real. Conforme citado previamente, essa estratégia estará ancorada em um maior volume de papeis disponível pelos aumentos de capacidade de produção da empresa.  

Qualquer outra dúvida nos avise.

Bom 2015!

Atenciosamente,
“Fulano”
----

A respota foi além das minhas expectativas, razão pela qual fiquei muito "balançado" em vender os ativos das empresas que estão me dando prejú e praticar all in com aquela que está me dando lucro. Ainda assim, estou me segurando para não vender absolutamente nenhum ativo até setembro deste ano, pelo menos. Deixarei o all in para outra oportunidade e para uma situação de curto prazo mais positiva. É muito arriscado.

Por ora é só, guerreiros.
Abraço a todos!!!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Salve salve guerreiros!!!

Pessoal, estou com uma dúvida tremenda referente a um investimento logo no início desse ano.
É que pintou na praça um imóvel que me interessei e vislumbro nele uma valorização a médio/longo prazo.
O problema é que para eu comprá-lo terei que tirar da minha poupança e também terei que liquidar minhas ações.
No caso das ações, eu não sei se liquido os ativos que estão me dando maiores perdas, podendo assim compensá-las com a valorização deste imóvel, ou se liquido os ativos que estão me dando maiores ganhos e peço um empréstimo, empatando os juros do empréstimo com aquilo que valorizou dos meus bons ativos.
Ou se ainda liquido toda minha carteira de ações, acrescento a poupança e mais uma grana de caixa que receberei em breve e pago imóvel sem necessitar de um empréstimo.
Creio que posso conseguir uma razoável taxa de juros, mas sabemos que juros é para ganharmos, não pagarmos!


O que você sugere, considerando que o imóvel custa 50k e a grana que tenho disponível no momento? (15k na poupança e 20k em ações, sendo 7k em ativos que estão me dando ótimo ganhos de capital e 13k em ativos que estão me dandos perdas).


Meu aporte em Dez/14 foi de R$ 3.514,00 (R$1.200,00 poupança; R$400,00 previ; R$1.914,00 em ações).

Rentabilidade consolidada pelo sistema de cotas do Adp: 0,26%.

Rentabilidade histórica da carteira de ações: 7% (Diversificação inteligente - mesmo com a maior parte das ações em queda na minha carteira no fechamento de dezembro/14, fico feliz por estar com uma rentabilidade dessas considenrando sobretudo que na atual conjuntura, pela análise da blogosfera de finanças, a rentabilidade de muitos investidores está negativa. A maior razão para isso é que uma ação que tenho na carteira está me rendendo 20% e segurando a queda das demais).

Embora tenha tido a rentabilidade histórica acima no que diz respeito às ações, a rentabilidade mensal pela planilha do Adp corresponde a -1,33%. Isso porque o "mês  base" que utilizarei a partir de agora pela planilha do Adp corresponde ao meu patrimônio de novembro/14.


A partir do próximo fechamento postarei informações mais detalhadas.

Abraços a todos!!!

"Lá vem o Brasil descendo a ladeira......."