segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Antecipando a Bovespa - Análise

Salve guerreiros!

Fim da série "Antecipando a Bovespa":
Partidas: 3
Acertos: 1
Erros: 2

Relatei que fiz essa série devido a uma coincidência. Até imaginei que iria fazer umas 10 seções desta, mas já tenho minha conclusão clara o bastante para parar por aqui.

De fato, eu percebi uma coincidência! Entretanto ocorre que essa coincidência, simplesmente de uma "hora para outra", deixou de ocorrer. Eu digo "simplesmente", mas no fundo sei que é tudo por causa de alarmistas de plantão.
Todos que acompanham o Mercado sabem que nas últimas semanas o mundo estava preocupado com a desaceleração da China. Em virtude disso, eu notei que por vários dias a Bovespa estava subindo ou descendo segundo o índice Chinês HK Hang Seng, independente de influências internas, como a questão da Petrobrás ou da crise energética. Até aí tudo bem! Minha coincidência estava certa.
Depois, entretanto, que o assunto "desaceleração da China" ficou em off/stand by, essa coincidência que eu havia notado deixou de existir. Então, o que veio depois? O Mercado se acalmou. E aí vem outra razão para causar alarde. Na data de hoje, o motivo é a vitória do esquerdita que ganhou as eleições na Grécia e que pode dar calote um calote histórico na UE e no FMI.
O engraçado é o seguinte: Bolsa da China fechou hoje em alta. Índice Americano Dow Jones: em alta. Índice Alemão DAX: em alta. Índice Brasileiro Bovespa: em baixa. (Nem mesmo a Bolsa de Frankfurt sofreu influência desse assunto da Grécia. Essa porra do Brasil sim! Estranho, não??)

Finalizando.

A conclusão que quero passar para o leitor, seja ele experiente ou inexperiente em ações, é a seguinte:
O investidor jamais deve ir atrás das indicações dos analistas, sobretudo sem saber quais são as expectativas de resultados futuros. As escolhas muitas vezes são feitas com base em especulações. Ninguém pode tomar decisões de compra ou venda como se jogassem dados ou apostassem na roleta.

Repito o que muitos já sabem: Ninguém deve vender ações só porque leu que a bolsa tem caído muito ou comprar quando tem subido muito ou vice-versa. Ninguém deve vender ou comprar ações só porque viu tal recomendação em algum site.

De forma sucinta, dou exemplo disso visto recentemente:
1) A TIM vai ser vendida e uma das compradoras será a Oi. Muitos que queriam entrar no setor das Teles logo compraram ações da Oi nos últimos meses. O que aconteceu? Caiu tanto que virou agrupamento! E a venda, nada! Estranho, não?

2) Todos elogiando as ações do Setor Educacional e sites "especializados" recomendando ação A ou B. Você vai e compra, pensando estar antenado e reconhecendo que nos últimos anos o Setor Educacional foi excelente na Bolsa. O que aconteceu? "De repente" vem o governo e muda as regras para o financiamento estudantil. Queda de até 20% em ações do Setor. Estranho, não?

É claro que até mesmo nesses dois exemplos que eu citei o preço dos papéis pode se recuperar. Mas até se recuperar, meu amigo, é inquestionável que você pode ter perdido uma oportunidade melhor.

Lembre-se sempre: alguém ganha dinheiro dando notícias, sejam elas boas ou ruins.

Abraço a todos e bons investimentos!

Um comentário:

  1. O pior é esses sites de notícias falarem durante o dia que *Bolsa tem queda forte devido à Grécia* e depois que só o Brasil no resto do mundo fecha tem queda esses sites mudam a noticia para *Ibovespa fecha em baixa com desconfiança no cenário interno*.....

    ResponderExcluir