domingo, 5 de julho de 2015

Se você é gordo, seja APENAS gordo!

Se você é gordo, seja apenas gordo!

"Huurr duhh... ninguém é gordo porque quer. Ser gordo é ter uma doença!" Primeira coisa que quero deixar claro: não vou discutir aqui se é doença ou não e também não vou me aprofundar no sentido de gordo e suas variações, como obesidade mórbida, por exemplo, que é um assunto bem grave e merece a atenção especial da pessoa que se encontra em tal situação.
Já tive e tenho amigos e conhecidos gordos, inclusive em situações gravíssimas. Também conheço quem deu a volta por cima, fez cirurgia e hoje está com a auto estima em outro patamar.
Então não venha encher o saco, pois quero falar é de outra coisa!!

Faz tempo que quero escrever sobre isso devido a um fato que aconteceu comigo. É uma pena que ocorreu já faz um certo tempo, o que pode levar a perda de alguns detalhes do ocorrido.
O que vou escrever sem dúvida passa pela cabeça de muitos.

Vamos lá!!!

É comum antes de eu entrar no prédio em que trabalho, parar numa padoca (padaria, para quem não mora em São Paulo) bem próxima ao trabalho para comer um pão de queijo (óbvio!) e tomar um café (parar numa padoca antes de ir trabalhar é algo comum para quem mora em São Paulo).

Café sem qualidade com pão de queijo borrachudo paulistano sem gosto.

OCORRE QUE: quando eu entro na padoca, o estabelecimento estava um pouco cheio, com poucos espaços vazios no balcão para sentar (é uma padoca que possui apenas balcão para alimentar e bancos fixos para sentar-se ao balcão).

E o que me sobrou foi um pequeno espaço (coloque pequeno nisso!) no balcão ao lado de uma mulher, advogada, gorda (se eu falar “obesa” fica mais bonito?) que não deu muita bola quando eu me sentei ao seu lado, mesmo tendo percebido claramente a minha chegada ali.

Não bastasse isso, essa anta (Sim! É uma anta porque é mal educada e você já já irá entender o porquê!) obesa estava com a sua bolsa (aquelas ridiculamente gigantes, pretas, falsificadas de alguma marca famosa - típicas de advogadas lixosas de 2ª categoria) em cima do espaço que eu deveria utilizar para comer.

Todo mundo sabe que o espaço em um balcão de uma padoca em São Paulo em que os bancos são fixos já é o “espaço mínimo” para você comer ao lado de uma outra pessoa que também está comendo. Não há conforto algum! Agora imagine alguém ocupar esse espaço com um objeto pessoal (bolsa enorme, no caso)! O que sobre para você? Nada!


Imagem meramente ilustrativa: Balcão comprido com bancos fixos (esse balcão possui espaço bem maior em relação àquele que me refiro no post)

Pois bem!

Nem adianta essa gorda falar que não me viu, porque me viu! Fingiu que não me viu e continuou fazendo alguma anotação ali em cima do balcão e até (acreditem!) abriu a bolsa para pegar o celular e fechou-a sem movê-la do lugar!!!  

Quando eu percebi isso, meu primeiro pensamento (em voz, inclusive) foi: “TINHA QUE SER GORDA!
Depois corrigi meu pensamento preconceituoso para ser mais justo e disse comigo mesmo: “Além de gorda, é mal educada!!!” (Afinal, nem todo gordo é mal educado, né??? E nem todo mal educado é gordo)

Passado o primeiro momento de raiva, como eu ainda não tinha pedido meu café e meu pão de queijo, fiquei tranquilo e não me importei com a bolsa ali na minha frente e passei para um segundo momento: “o modo da serenidade e paciência”, dando oportunidade a essa pessoa, digo, gorda, manifestar-se espontaneamente retirando a bolsa dali.

Após uns 2 minutos, chega o atendente e “tira” (anota) meu pedido. Beleza! O atendente sai e adivinhem: a bolsa ainda estava lá! (Passou pela minha cabeça pegar aquela merda e jogar no chão!! Inevitável não lembrar do filme Um dia de fúria. Depois passou pela minha cabeça comer em cima da bolsa dela, caso ela não retirasse a bolsa – mas isso faria uma lambança em mim mesmo).

A gorda já tinha me visto, mas preferiu fingir que não. Massss... como meu pedido ainda não tinha chegado, permaneci no “modo serenidade e paciência”, com respiração profunda e contando até 10. Nisso, a gorda já estava tentando (ou fingindo) fazer ligações para alguém (falo isso porque achei que ela deve ter pensado que falando ao telefone eu não iria interrompê-la para tirar aquela merda de bolsa da minha frente!).
Passados mais alguns minutos, meu pedido chega!!! Beleza!!! Agora vou comer sossegado!!
Observando aquilo tudo e pensando que eu estava era na verdade com um “pré-conceito” quanto à [falta de] educação daquela gorda, agora que meu pedido chegou ela irá tirar a bolsa! (Afinal, como meu pedido chegou, ela então irá retirar a bosta da bolsa do balcão, correto? Hum.... não!). O cara colocou o pedido ao lado da bolsa, mais para o lado de um cara que estava a minha direita, do que para mim mesmo. Realmente, não dava para eu comer confortavelmente!

Respirei fundo!! Não me manifestei. “Vamos aguardar mais um pouco!! Ela é educada! Você está com pré-julgamento!” Então, fazendo uma horinha, eu peguei C-A-L-M-A-M-E-N-T-E um guardanapo, coloquei-o ao lado do pão de queijo e esperei alguns segundos, novamente dando uma oportunidade àquela gorda de mostrar que ela tem educação! Mas não!! A gorda não mostrou que tem educação!

Do modo serenidade e paciência, retornei ao modo raiva. A gorda, que estava com o celular na orelha, de repente levou um cutucão no ombro direito e em um tom nada agradável ouviu de mim: “Essa bolsa é da SENHORA!?!?” Ela fez uma cara de bosta e balançou a cabeça devagar para cima e para baixo sinalizando que sim. Respondi (sem serenidade e paciência): “Então a SENHORA pode retirar a bolsa para eu comer?!?!?!”

Sem falar nada a GORDA, QUE TAMBÉM É MAL EDUCADA (não era pré-julgamento meu!), retira a bolsa e eu (depois de um "OBRIGADO, TÁ!!!"), feliz, retorno ao modo serenidade (rs), tomo meu café sossegado e como meu pão de queijo. Para fechar, antes de eu sair, eu ouço essa gorda pedindo ao atendente da padoca: “Me vê outra coxinha.”. Como eu a ouvi pedindo “outra” coxinha, no mesmo segundo pensei: “Não é a toa que é gorda!”

Leitores, deu para entender o que eu quero dizer??

Qual a conclusão que tiramos de um fato como esse?

“Se você é gordo, seja APENAS gordo!!!”

Não seja: gordo e mal educado! Não seja gordo e grosso.... gordo e fedorento! Gordo... e feio! Não seja gordo … e egoísta! Gordo.... e ingrato! Gordo.... e preguiçoso. Gordo... e folgado. Gordo... e arrogante. Gordo... e fumante. Gordo... e chato. Não seja gordo... e burro!

Seja: gordo e gentil. Seja gordo... e bem educado! Seja gordo... e simpático. Seja gordo e generoso. Gordo e amigável. Gordo e cheiroso. Gordo e asseado. Seja gordo... e também inteligente! Seja gordo e também talentoso! Seja gordo e bonito!

Se você é gordo, não coloque a refeição em primeiro lugar. Coloque seus bons valores em primeiro lugar. Depois o carboidrato.

Se você é gordo, acorde, para o seu benefício!! Gordo não chega a lugar nenhum porque é gordo! (Essa frase é ambígua, mas quero enfatizá-la não no modo pejorativo, mas sim no modo educativo).
Falo isso em todos os sentidos!! Pegue a lista de bilionários do mundo e me diga uma coisa: Tem algum gordo?? NÃO!!! Tem homens, tem mulheres, até mesmo homossexuais, tem fumantes, tem bêbados, tem putanheiros, MAS NÃO TEM GORDO!!!

Você conhece algum milionário GORDO? Existe! Mas ele é milionário porque é gordo? Não!  
Gostaria que citasse uma pessoa “simples”, que ficou milionária com os próprios pés, empreendendo, trabalhando e aportando e evitasse falar de pessoas fora da curva, como Faustão e Jô Soares, por exemplo, pois por alguma razão, ainda que você não concorde, ambos AO MENOS são considerados talentosos naquilo que fazem e, além do mais, por se tratarem de pessoas famosas já iriam ganhar rios de dinheiro mesmo não sendo gordos. (Gordo, sozinho, não chega a lugar algum!) E também não cite o Ronaldo Fenômeno! Ele ficou milionário e depois ficou gordo. Ele pode!!! Já pegou muitas mulheres dos sonhos e ainda é capaz de pegar se quiser, MESMO SENDO gordo, MAS NÃO POR ELE É gordo, e sim porque ele é simplesmente o “Fenômeno”: ele é gordo, mas também é milionário e famoso!

Repito: esses três que eu citei são sim gordos, mas nenhum se tornou o que é hoje porque é um gordo, deu para entender?? Se você não entendeu, já percebi que você deve estar pensando em algum “bolinho” ou está com o telefone do lado pensando em qual sabor de pizza pedir.


Você, que ficou sem entender o que eu disse.

Meu amigo, para o seu bem: coloque VOCÊ em primeiro plano e em segundo a refeição!!!

Agora, se você é gordo e não consegue ter as qualidades citadas acima ou outras que o façam uma pessoa diferenciada positivamente, faça um favor a você mesmo: SEJA APENAS GORDO!

Abraço a todos e sucesso sempre!!!

15 comentários:

  1. Fala Mineiro


    Problema grave na educação do brasileiro em geral, não saber respeitar o espaço dos outros, seja esse espaço físico ou até mesmo interrompendo algo. Não sei se vc já viajou pra EUA ou Canadá, mas por lá a maioria das pessoas pede licensa/desculpas mesmo se elas não estiverem realmente incomodando, quando passam na sua frente e não perceberam que passaram, por exemplo.

    A diferença de educação é gritante. Brasil é foda mesmo.


    Abs

    ResponderExcluir
  2. Mr. Rover!!!! Que honra receber sua visita, meu amigo! vc nao imagina!!!!

    Não fui para a américa do norte (ainda), mas já visitei um país turístico onde 99,9% das pessoas eram norte americanas e pude perceber isso que vc falou.

    Boa semana, Mr. Rover!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Aprenda. Gordo = aquele amigão filha da puta que voce xinga, bate, come a irmã dele, e ele é teu companheiro pra vida toda.

    Gorda = rídicula filha da puta e mal comida. possivelmente esquerdista e feminazi.

    Fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon tem razão, homem gordo a maioria das vezes é gente boa, agora gorda além de feia, a maioria é esquerdista,feminazi ou trabalha em RH.
      Provavelmente essa daí deve achar que o Investidor Mineiro estava querendo estuprá-la,hahahaha

      Anon Beta Não Iludido

      Excluir
  4. Bom, muitas vezes me pego mentalmente tendo esses mesmos pensamentos.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo, valeu a visita. Parece que é bem por aí mesmo viu!!

    Investidor por acaso.... Seja sempre bem vindo!!tenho certeza q, assim como eu e vc pensamos, muiiiiiitasss pessoas tbm pensam...
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  6. Ser gordo e pobre é ser desrespeitoso por natureza, eles ocupam todo o espaço em ônibus, avião e você fica la espremido kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. PONTO FORA DA CURVA...

      mais? principes arabes em geral, kim il da coreia....

      Excluir
    2. Acredito que kim dotcom pode ser realmente ponto fora da curva. Mas é bom ressaltar que ele é milionário graças a sua inteligência. É espero, é safo, tem talento. Por isso ficou rico, não pq é gordo.
      Abraços...

      Excluir
  8. Hoje quebrei o pau com meu vizinho que mora no apartamento de cima pois a criança dele de 2 anos estava até 23:40 h fazendo barulho, jogando bola de gude no chão e outros brinquedos.
    E o cara ainda queria sair na porrada comigo como se ele tivesse certo.

    Cara to muito desanimado com o Brasil e os Brasileiros.
    Só tem chimpanzé nesse pais.

    ResponderExcluir
  9. Ola Sofrendo para Poupar! seja bem vindo, passe sempre por aqui!
    caramba, que desagradável! Hoje é briga com vc, amanhã ele te ameaça e depois de amanha ele te mata. Eu tive um vizinho desses.
    Só quem percebe que isso é errado pode fazer o certo, que é respeitar o outro. Mas infelizmente isso nao reflete a maioria dos brasileiros. Essa é uma razão para eu permanecer pagando aluguel por um bom tempo (se encontrar uma situação desagradável eu me mudo).
    Me fez lembrar de um programa que mostrava a vida na Rússia, onde entendi que não tinha muitas regras nos prédios, mas se alguem te incomodasse com som alto, por exemplo, bastava pedir que abaixavam numa boa e pediam desculpas. Já aqui......
    Obrigado pelo comentário.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim eu falei com o dono do prédio(8 apartamentos e são tudo dele) e ele deu 15 dias pro chimpanzé sair.

      Se não sair em 15 dias eu saio !!!
      Por isso amo aluguel, se piorar a vizinha de só arrumar as coisas alugar um frete e em 1 dia você se muda e fica com paz.

      Excluir
    2. Ah outro detalhe.

      Eu pago 800 pila em uma kit de 35metros, estou pensando seriamente em pagar entre 1200 e 1500 por algo bom e que se foda!!!!
      Paz de sono e espirito vale mais do que ter grana no banco

      Excluir
  10. Não sei por qual motivo tanta gente tem dificuldade em não fazer com os outros o que elas não gostariam que fosse feito com elas. É algo tão simples, tão óbvio, e ainda assim as pessoas falham diariamente nesse quesito.

    ResponderExcluir