quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Fechamento - Setembro/2015

Mês com poucas novidades.
1) Aporte pequeno.
2) Recebi proventos e comprei algumas ações de uma nova empresa que agora faz parte da minha carteira.
3) A Bolsa deu uma recuperada de ontem para hoje, mas a tendência é que isso não continue a ocorrer nos próximos dias (ou meses).


Carteira: R$ 40.000,29.
Ativo não financeiro não computado no patrimônio: +/- R$ 180.000,00.

Abraço a todos e sucesso!!


domingo, 20 de setembro de 2015

Morando sozinho - parte II

Fala, meus caros! Vou direto ao ponto.

Dando continuidade ao post anterior, irei dessa vez comentar sobre alguns aspectos de morar sozinho. Irei fazer um posto mais direto. Estou com preguiça de postar e só vim aqui agora escrever porque já me comprometi no post anterior. Então não reparem. Eu queria adicionar algumas fotos que ilustram cada aspecto – mas a preguiça é maior.

Não vou abordar se tal item/aspecto é vantajoso ou não. Isso é você quem decide.

Dinheiro/contas

Aqui é o pior dos mundos. Você paga para tudo! Você paga até para cagar! Sim, isso mesmo. Afinal, quem vai comprar seu papel higiênico? A mamãe? Antes você cagava de graça e nem prestava atenção. Sabe o ditado “não existe almoço grátis”? Pois é! Mentira! Existe almoço grátis! E você almoça grátis quando mora com seu papai e sua mamãe, mas vai perceber isso só quando tiver que pagar a conta desse almoço. Você é indisciplinado para pagar as coisas? Se fudeu! Cedo ou tarde irá atrasar uma conta e terá a luz cortada! Um dica é deixar no débito automático. Você também ficará sem papel higiênico às vezes

Seu fluxo de caixa irá reduzir intensamente. Você verá dinheiro evaporando sem saber para onde ele foi! Pelo comodismo, você pode acabar deixando a geladeira vazia e comer bastante fora. O problema disso é o alto custo. Você deve ser econômico, poupador e minimalista.


Ficar sozinho

Ficar sozinho vai ser bom em alguns momentos. Entretanto, no momento em que não for bom ficar sozinho, você estará extremamente entediado. Não adiante! É inevitável!! Você achará um saco ficar sozinho, ainda que raramente.


Liberdade

“iuupiii!! eu tenho liberdade morando sozinho” Acorda seu imbecil! Morar sozinho é uma pseudo liberdade! Liberdade quem tem é mendigo! Isso por que você tem que pagar contas, abastecer a geladeira, lavar roupa, limpar a casa, cuidar do imóvel, etc. Qual liberdade te interessa? Para mim interessa a liberdade financeira. E ponto! “uhhh durr, mas eu posso chegar em casa do trabalho, tirar a roupa e ficar peladão, só de bouaass!” Grande bosta!! Aproveita essa vibe, porque amanhã ao acordar é dia de ser violentado novamente no trabalho! E mais: a roupa que você joga “ali” quando chega em casa não se sozinha e irá para seu guarda-roupas sozinha!


Fala sozinho

Nada mais natural! Não estranhe. Conversando com outras pessoas que moram sozinhas, verifiquei que isso é normal. É normal mesmo não morando sozinho. Então, relaxe e pense bastante em voz alta.


Compras

Será um saco, principalmente se você não tiver carro. Hoje, graças à tecnologia, você pode fazer compras de mercado e até roupas sem sair de casa, o que é excelente. Você irá prestar mais atenção nos preços dos produtos e verá quão impacto a inflação tem influência nos custos domésticos.


Família

Bom, seus pais no início irão te dar uma atenção monstra, talvez como nunca tenham lhe dado. Se eles te ajudarem a encontrar um lugar para você morar, ótimo. Se não, se fudeu! Ao se mudar você se sentirá confortável no início tendo o apoio deles. Seus pais estarão presentes – repito: no início! À medida que o tempo vai passando você irá perceber que estará sozinho, de verdade. As visitas se tornarão cada vez menos frequentes. O mesmo com as ligações. Tem gente que acha isso bom, tem gente que não. E você?


Limpeza

Aqui é uma bosta! Não adianta tentar deixar tudo limpo! A poeira simplesmente brota do chão. Você pode segurar alguns meses antes de contratar uma faxineira periodicamente, mas depois irá pouco se fuder para a casa e pagar uma faxineira com certa periodicidade. No início você deixará tudo certinho e limpinho. Quero ver fazer isso por 5 anos após uma semana exaustiva do trabalho.


Mulheres

Muito fácil para armar alguma coisa para arrastar uma mulher para sua casa. Por exemplo: Se for do trabalho pode chamar alguns chegados para tomar umas depois do trabalho, incluindo aquela mina que você quer pegar e dali ir “arquitetando” sua aproximação. Estranhamente no Tinder já teve mina que perguntou “com quem” eu moro. Não sei se foi muita vantagem nesse ponto falar que eu moro sozinho, mas certamente eu perderia alguns pontos se eu falasse que moro com os “papais”. Aqui a limpeza do seu cafofo também tem importância. Você só entrará com uma mulher na sua casa se você estiver com ela limpa, correto?


Amigos

Você pode ter a companhia de muitos amigos enquanto estiver morando sozinho. Mas, se você não tem amigos irá se sentir isolado e deprê, principalmente nos finais de semana. Procure um hobby para fazer. O ócio vai bater e você pode se suicidar. É uma questão de tempo.


Vizinhos/condomínio

Se você morava com o papai e a mamãe em apartamento, certamente você não iria nas reuniões de condomínio. Você pode continuar não indo, mas como o fato de não ir pode influenciar o valor do seu condomínio (vivem fazendo reuniões para aumentar gastos e/ou fazer rateios), é de extrema importância participar dessas reuniões. Você também terá vizinho chatos! Ouvirá sua vizinha sendo estuprada (mesmo em apartamento de alto padrão), o homem batendo nela, veados escandalosos com som alto ouvindo Madonna, etc.

---

Obviamente o que eu falei aqui no post não se trata aqui de verdades absolutas.
E você, meu caro, não concorda com algum ponto? Abordaria outro aspecto que não foi comentado aqui? Qual?

Abraço a todos e sucesso!

domingo, 6 de setembro de 2015

Morando sozinho - parte I

Estamos relativamente perto do fim do ano e o que muitos esperavam para esse ano de fato aconteceu e está acontecendo: o Brasil entrou em uma recessão profunda e, consequentemente, fudeu a geral!!! É incrível como eu ainda encontro macacos que aplaudem esse governo.

Aplausos para o meu PT!

Confrades, vamos ao que interessa! Vamos ao post! Como sabemos, um guerreiro da blogosfera (o Pobretão) está prestes a morar sozinho. Contando com uma experiência de 5 anos morando sozinho, irei nesse post bem resumido passar um pouco da minha impressão de como é morar sozinho. Dividi nesse post 3 fases. Mas além dessas 3 fases eu irei abordar também inúmeros aspectos (dinheiro, família, mulheres, liberdade, etc...). Esses pontos ficarão para um próximo post. Obviamente, caso a caso poderão existir outras fases, inclusive de curto e médio prazo. Entretanto, eu acredito que de uma forma geral no longo prazo, obrigatoriamente, com maior ou menor intensidade, você irá passar por essas 3 fases ao morar sozinho.

1. Fase: "O impacto"

O impacto repentino de morar sozinho é grande e inevitável: o impacto é um misto de liberdade com saudade. Liberdade no sentido literal da palavra, o que dispensa explicações, e saudade no sentido de você sentir falta de alguma coisa (do barulho, da bagunça, da presença de alguém, de encher o saco da mãe, de querer comer alguma coisa e não ter, qualqer coisa). É inevitável! Você sentirá falta de algo, nem que seja da sua casa limpa (pois ela vai ficar suja!), mas você irá sentir! Pode ser até do(a) seu(ua) irmão(ã) enchendo o seu saco! Qualquer coisa!




2. Fase: "O costume"

Depois de passado a fase do impacto, você irá se acostumar e se adaptar cada vez mais. Bem no início tudo será novidade, você irá ficar empolgadinho, felizinho, irá visitar seus pais e será mais visitado por eles com mais frequência, até as visitas irem se tornando cada vez menos frequentes, até você atingir a fase do "costume". Suponho que esta fase seja atingida em não mais que 16 meses após o início da sua aventura. Invista em você aqui: leia livros (sobre investimentos, principalmente), vídeos na internet (sobre investimentos, principalmente), filmes, etc. Dessa forma, você fará com que seu cérebro funcione a mil/por hora, pois sem muita distração você pensará em muitas coisas. Até mesmo coisas que poderiam ser feitas ou criadas no mundo de hoje e não existem, desde aplicativos de tecnologia a ferramentas e serviços. Você deve aproveitar a oportunidade de não ter distração alguma (pelo menos dentro de casa - pois vizinhos também incomodam) e criar o hábito de viver no "ócio criativo".



3. Fase: "Que bosta!" 

Não caia no conto de que viver sozinho será a vida que você pediu a Deus, porque não será!! Essa fase pode vir de forma simultânea com qualquer uma das fases anteriores. Nessa fase você ficará querendo retornar ao ninho de alguma forma e se isso for impossível ou se você não souber lidar com o fato de que você precisa morar sozinho cedo ou tarde, terá sérios problemas. Você pode se suicidar, matar um, usar drogas, ficar na bronha, se tornar um alcoolatra, ficar depressivo, etc. Você DEVE aproveitar sua vida de outra forma! No meu caso, depois de um tempo morando sozinho e sem fazer nada, resolvi praticar atividade física e foi um dos melhores "investimentos" que fiz. Muitos podem achar isso inútil (e quem achar inútil é porque ainda mora com a mamãezinha, sem dúvida!), mas depois que morar sozinho verá que o tempo demora muito para passar se você não tiver o que fazer. Também é inevitável: o tédio vai bater! O ócio vai bater! Essa fase termina com o modo "desencanação", o famoso "foda-se!". Tá uma bosta, mas foda-se, fazer o quê?! Vai estar uma bosta, mas você vai desencanar e viver assim mesmo!


Por enquanto é só galera! Até a próxima!

"O problema de morar sozinho é que sempre é a nossa vez de lavar a louça" (Albert Einstein).
"O bom de morar sozinho é que você nunca precisa lavar a louça" (Anônimo).

Abraço e sucesso a todos!