sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Ou você manipula ou você é manipulado!

Enfim arrumei um tempo para escrever. Tive que lidar com muita situação imprevisível nessas últimas semanas, mas tudo está se resolvendo de forma tranquila.

Esse post é uma alerta-aprendizado que, independentemente da sua condição, você deve levar para a sua vida. Sendo um cara desempregado ou um bilionário, esse post pode servir para você. Para mim eu apenas irei relatar o óbvio. Mas o que é óbvio para mim, pode não ser para outras pessoas. Espero que você possa finalizar a leitura desse post com um sentimento mais reflexivo do que acontece à sua volta e possa perceber de que forma você pode melhorar a sua capacidade de lidar com determinadas situações.

Boa leitura!

"Ou você manipula ou você é manipulado".

"Se após meia hora de jogo você não identificar quem é o pato, é porque você é o pato!".

"Se você não manipula, é porque você é o manipulado".

Procure ter uma visão ampla.


Antes, farei uma breve digressão sobre dois fatos ocorridos comigo e posteriormente falarei sobre o tema de forma mais ampla.

Comecei a refletir de forma mais detida sobre o verbo "manipular" mais precisamente em razão de um fato pelo qual recentemente passei. Passei por uma situação extremamente traumática e desagradável, a qual diz respeito a uma relação que tive com uma mulher (essa não é a casada do último post, é outra - e a casada sabe dessa).

De forma bastante resumida, depois de já ter ficado com essa mulher, ela me pediu para ficar com ela por mais algumas vezes. De maneira bastante tranquila e fundamentada, expliquei que eu não queria. O que aconteceu? Essa mulher me ofendeu com vários xingamentos, me chamou de frio, insensível, manipulador, sedutor barato, etc, etc, etc......  Não serei mais específico por motivos óbvios. É até por não ser tão específico que a situação nem parece tão traumática. Mas acreditem, foi muito traumática! (Ou vocês vão me dizer que não é traumático apanhar, levar um cuspe na sua cara, ser xingado e humilhado?) Ocorre que, depois de tudo que ela me falou, eu acabei contornando a situação, fiquei com ela novamente ela pediu desculpas e resolvemos essa questão.

A segunda situação está relacionada ao trabalho. Embora o meu Setor estivesse passando por algumas reformulações, pode-se dizer que eu fui o único a me dar bem, devido a uma promoção recebida. Mesmo tendo outras pessoas na jogada, sem intenção alguma, recebi uma proposta que outros implorariam para ter. Jamais trabalhei puxando saco ou pensando em uma promoção. Sabemos que há pessoas que não fazem "uma linha" fora daquilo que lhe é pedido. Por outro lado, eu sempre procurei ter iniciativa de fazer até aquilo que não me era pedido, mas obviamente, desde que eu não desrespeitasse alguma hierarquia e desde que aquilo estivesse ao meu alcance.

Depois de toda a história, que aqui está resumida, analisei que mesmo quando você é um bom sujeito trabalhador, você está em condições de ser uma pessoa manipuladora. Exemplo simplista: o bom sujeito trabalhador tem mais barganha para pedir uma emenda de folga na véspera de um feriado do que em relação àquele trabalhador que não tem tanta iniciativa. Isto é, o bom sujeito trabalhador tem mais poder de manipulação.

Analisando essas passagens, entre outras que ocorreram comigo quando mais jovem inclusive, sejam passagens mais simples ou mais complexas, eu concluí que "ou você manipula ou você é manipulado".

Manipular significa controlar, convencer, dominar.

Sabe quando você joga truco, não tem manilha nenhuma, mas mesmo assim pede truco?! É uma forma de você manipular! Ali, naquele jogo, você é um manipulador! Quando você blefa, você quer manipular!



Agora reflita um pouco mais além! Reflita no seu dia-dia, na sua semana, no seu mês, até no ano que se passou, e procure um episódio onde você tenha procurado conseguir algo ou alguém tenha lhe pedido algo. Refletiu? Analise o cenário de forma mais fria, como se você fosse um espectador, e perceba que você procurou manipular alguém ou alguém procurou manipular você. Pode ter sido inconsciente, mas o fato é que o jogo da persuasão ocorreu ali.

Ou você manipula... ou você é manipulado.

Eu poderia me estender nesse mesmo post sobre como funciona o "jogo da manipulação" e falar sobre outros pontos em particular, tais como: comportamento, liguagem (corporal ou não), formas de liderança, motivação, comunicação verbal e não verbal, postura, modos de saudação, distância, toques, contato visual, métodos e situações de manipulação empíricos, neurociência, cérebro límbico, emoções, intensidade e entonação de voz, tática da transferência de culpa, técnica do vitimismo, técnica da psicologia reversa, técnicas de retórica, etc, etc, etc. Ainda que de modo inconsciente, a verdade é que tudo isso traz um impacto para o manipulado e o manipulador, seja um impacto positivo ou negativo.

Eu não falarei desses pontos nessa oportunidade porque o post se estenderia bastante e facilmente poderia até mesmo partir para uma outra linha de discussão, o que não quero fazer agora. Por enquanto quero apenas fazer com que o leitor perceba que a "manipulação" está em sua vida. Logo, se ele não manipula, ele é o manipulado.

Depois que você perceber como a "manipulação" está presente na sua vida nos mais diversos momentos e aspectos, fica a dica, para quem tiver curiosidade, fazer a reflexão de todos esses pontos que falei. Isso o ajudará a perceber quando estão tentando te manipular e também o ajudará a manipular de forma mais natural.

Também não entrarei em detalhes da manipulação utilizada como crime, a prática de estelionato, fraudes, coação/coerção, constrangimentos ilegais, etc. Não é meu intuito promover esse tipo de manipulação e aqui entra o seu caráter, sendo que, no que diz respeito às minhas situações, embora eu pudesse ter feito, nesse sentido eu nunca manipulei ninguém.

Também não irei discutir, e nem quero que os leitores discutam aqui, apenas sobre sexo e mulher e fiquem com o "mi mi mi" de que é a mulher o maior ser com capacidade de manipular o outro. Meu objetivo é um: fazer com que você perceba que a manipulação está ao seu redor!

Bom, o fato é que a manipulação é um fator inerente a qualquer ser humano. Isso porque manipular sempre foi uma condição necessária para a tudo na vida: perpetuação da espécie, ampliação dos negócios, aproximação de pessoas por intermédio de outras. Para o homem ou a mulher conseguir sexo, ele/ela deve manipular. Para conseguir um emprego (ou se manter nele), você deve manipular. Para conseguir uma carona, um desconto em um produto, um aumento de salário, horas extras de seu funcionário... você deve manipular! Podemos dizer que a manipulação ocorre desde quando você pede um simples ingresso grátis para você entrar em uma festa até à conquista de um emprego.

Passe a reparar nas situações rotineiras da sua vida. Família, mulheres (ou homens), escola, trabalho, comércio, viagens, negócios, compra e venda, política, mercado financeiro, mídia, etc.

Acredite! Até o mendigo, quando chega em você para pedir alguns trocados, precisa te manipular! Ele não pode chegar até você de forma confiante, bonita e saudável, como se não estivesse precisando do dinheiro. Ele deve chegar em você como um coitado, cabisbaixo, inseguro a fim de que você sinta pena dele e lhe dê algum trocado. (* Não estou dizendo que o mendigo não está realmente envergonhado e se sentindo impotente e inseguro, mas é óbvio que tem a forma "correta" de um mendigo pedir dinheiro, oras! E isso é manipular! Não me venha criticar. Somente analise! Observe!) Quero dizer apenas que a intenção dele é manipular. Ponto! Não estou entrando no mérito do "objetivo" nem no mérito da "forma".

O flanelinha, que pede uma grana por ter "vigiado" o seu carro está tentando te manipular - pode até ser coercitivamente.

Sabe quando a criança pede dinheiro ou brinquedo para o pai? Manipulação!

Sabe a mulher quando está na balada toda maquiada, sorridente, dançando, etc? Pois é! Ela está manipulando! Sabe o cara que vai chegar nessa mulher para conversar e tentar algo mais com ela? Pois é! Ele está manipulando!

Sabe o que o Lula (aquele mesmo, do PT) faz quando afirma que somente uma "elite branca e opressora" reclama do desgoverno vivido atualmente? Ele manipula! É um jogo semântico utilizado com uma simples e única finalidade: manipular. (Não entrarei no mérito sobre "quem" ele está manipulando, o fato é que ele está manipulando!)

Perceba a atual conjuntura política brasileira. Faça uma profunda análise do imbróglio envolvendo somente os seguintes personagens: Dilma, Renan Calheiros, Eduardo Cunha, Michel Temer, PT, PMDB. Eu não vou discorrer sobre o cenário político que envolve esses personagens, mas perceba, caro leitor, que tudo é um jogo de manipulação!

De dentro de seus gabinetes de luxo os políticos controlam como marionetes os pobres através de suas leis e decisões. E na época das eleições manipulam o povo em troca de votos.

Observem, meus caros, que a humanidade é regida pela manipulação e que as frases ditas logo no início do post aplicam-se não somente a um simples jogo de cartas, mas também a tudo na sua vida. Basta você observar!

Quanto mais cedo você perceber isso, mais fácil será se tornar um "manipulador consciente", pois mais credibilidade, mais confiança, simpatia e confiabilidade você irá passar ao manipulado. E mais difícil será de você ser o manipulado.

Certamente, desconhecer que você pode manipular determinada pessoa ou situação, ignorando que você pode controlar determinado episódio, resultará na perda de oportunidades na sua vida, pois às vezes você só tomará conhecimento de algo quando já é tarde demais para aproveitar.

Não vou lhe dizer como, mas aprenda por si mesmo, refletindo sua vida como se você fosse um espectador, a tomar vantagem da manipulação para você fazer bons contatos, receber boas propostas de negócios, fechar bons contratos, ter um bom networking, entre outras coisas. Enfim, tire proveito da manipulação para você evoluir na sua vida.

Entenda que não é por acaso que as coisas acontecem! Não é por acaso que você irá conseguir uma promoção, que alguém irá votar no PT, que a Dilma escapará ou não de um impeachement, que um contrato será fechado, que alguém se tornará empregado. Não é por acaso que você irá conquistar uma mulher.

A influência que uma pessoa procura exercer sobre a outra no cotidiano, seja qual for este tipo de influência, é inegável. Entretanto, você deve abrir os seus olhos, pensar fora da caixa e não se manter ignorante.




Não se deixe enganar e não perca boas oportunidades na sua vida pelo simples fato de ter sido o manipulado, e não o manipulador. Dê as cartas do jogo!

Sinceramente, se você ainda não percebeu que tudo na vida é uma questão de manipulação, é porque você ainda é o manipulado. Saiba que a única revolução que você pode fazer é a revolução da sua consciência!

Seu sucesso está em identificar situações em que você pode estar no controle enquanto ainda há tempo para aproveitar as oportunidades geradas na sua vida e ganhar com isso.

“Um idiota nunca aproveita a oportunidade. Na verdade, muitas vezes o idiota é a oportunidade que os outros aproveitam.” (Millôr Fernandes)

E você leitor? Tem alguma situação que você se lembra de ter sido manipulado? Ou de manipular? Compartilhe nos comentários!

Abraço a todos!!

 * A síndrome que descobri e citei no post anterior está justamente relacionada à minha capacidade de manipulação, o que me levou a essa reflexão que compartilho com vocês nesse momento. Deixo claro que apesar de ser considerado um "manipulador" pelo diagnóstico dessa síndrome eu nunca me aproveitei de ninguém.

10 comentários:

  1. Parabéns excelente artigo

    ResponderExcluir
  2. Excelente post.
    Sou chefe e vejo com frequência alguns subordinados tentando me manipular para conseguir alguma coisa: um aumento, uma folga, emprego para conhecidos.
    Mas no fim só tentam, pq efetivamente não possuem uma certa perspicácia e tbm não possuem merecimento naquilo que pleiteiam.
    A máxima "Se após meia hora de jogo você não identificar quem é o pato, é porque você é o pato" deve ser levada para qualquer situação na nossa vida, principalmente em tempos de crise.
    Sucesso!!

    ResponderExcluir
  3. Texto excelente! Algumas pessoas podem achar o termo manipulação muito forte (maldito politicamente correto) então podemos substituir por "negociação". Tudo na vida é negociação, negociamos o tempo todo mesmo sem perceber. Negociamos qdo pedimos um favor, qdo estamos vendendo algo ou qdo estamos inventando uma desculpa à alguém. Tudo é negociação/manipulação.

    Curiosamente encontrei um livro qdo esperava no aeroporto q trata disso. Pode ser que seja mais do mesmo pra quem já conhece a respeito, mas os reviews na Amazon são positivos. Chama " Como negociar tudo com qualquer pessoa" (ou algo assim) do Eduardo Ferraz. Tava menos de 10 conto na versão digital da Amazon, acho q vale a pena comprar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm considero o termo um pouco forte. Mas preferi justamente pra dar mais enfase.
      negociar nada mais é que convencer. Convercer é persuadir. Persuadir nada mais é manipular.
      eu ja vo esse livro varias vezes na minha frente. Vou le-lo.
      valeu a visita
      abraco

      Excluir
  4. To Fud**o! Acho que sou manipulado!!
    Bom texto Mineiro!!

    ResponderExcluir
  5. Realmente, o post toca num assunto bem delicado, mas real!
    E como falado pelo thiago, o termo negociação seria mais bem aceito mesmo rsrsrs

    Tem que se ter bastante perspicácia.

    Vou te adicionar no blogroll! ;)

    Abraços Investidor Mineiro!

    ResponderExcluir